Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘consolo’

gravidezPoderíamos aqui falar de vários tipos de espera…

Espera de um amigo que se foi e nunca mais voltou, não disse adeus, apenas partiu…

Espera de um trabalho que nunca chega e a busca cega continua…

Espera de um amor que lhe preencha…

Espera de um Senhor que demora a chegar…

Espera de um bebê quem nem sabemos como será, mas já o amamos assim mesmo…

Espera de realizações de sonhos tão antigos e tão difícil de realizar…

Em todas as esperas uma única certeza: “quem espera é porque lhe falta algo!”

Temos muito a esperar, não fosse assim, poderíamos nos considerar desprovidos de vida… Quem vive espera, busca, “rebusca”…

A espera nada mais é do que o voltar para o útero da mãe, deixar-se tecer na vontade do Criador, o momento nem sempre podemos fazer, apenas precisamos trabalhar arduamente para estarmos prontos para o nascimento…

Existem como disse, muitos tipos de espera, eu decide passar pela vida não sendo apenas uma espectadora, mas subindo no palco principal de minha alma e sendo protagonista de meu espetáculo chamado vida, esta é uma espera operante…

A espera operante é aquela que nos movimenta, estamos em busca e a espera de algo, porém esperar não significa parar a margem do caminho e deixar que caia do céu nossos desejos realizados, isso não espera é comodismo…

Esperar é sair de si, em busca do desconhecido, sabendo apenas o que quero, lançando-me rumo ao inesperado, mas sem jamais passar pela vida, ao contrário agarrá-la e viver intensamente…

Claro que a vida também é feita de pausas a espera é uma pausa, cabe a nós fazer dela produtiva ou não…

Sua vida experimenta hoje a pausa da espera? Saia dela, mire a meta, não olhe para os lados e prossiga até alcançar o que lhe falta, como já fez lutando contra tudo e todos vencendo milhões de espermatozóides na fecundação do óvulo…

Coragem você é um vencedor!!!

Read Full Post »

no desertoTornou-se normalidade nos dias de hoje a dependência de emoções…

Se vamos a uma festa e não damos boas gargalhadas até alcançarmos a euforia, logo dizemos que a festa não foi boa…

Se a paixão que tira o fôlego, amadureceu e tornou-se amor, ao invés de percebermos a beleza dessa passagem, ficamos com o negativo, as ausências de emoções…

Se uma noiva ao dizer o seu sim no altar não demonstrar voz tremula e não deixa vir as lágrimas, desacreditamos de sua verdade…

Se contamos a alguém sobre um novo projeto ou conquista e este alguém não vibra conosco, sentimo-nos rejeitados…

Mas por que será que estamos sempre em busca de emoções… De sentidos para nossos sentimentos?

Porque somos da geração fast food, da geração 24 horas, da geração faça, que eu pago!!!

A geração que não caminha mais em praça publica, porque é melhor uma esteira elétrica, geração que não senti o vento no rosto, porque acostumou-se com ar condicionado, a geração que não levanta o bumbum do sofá porque há controle na mão…

Geração BBB, que quando alguém não agrada simplesmente eliminamos, geração que não sabe o que quer e por isso experimenta de tudo um pouco, para ver se alcança um estase nem que seja por alguns segundos…

Geração que não dorme no silencio, tem sempre um fone nos ouvidos com musica, porque teme muitas vezes ouvir a voz da alma, ou quem sabe a voz da própria consciência…

Mas uma geração que corre atrás de seus sonhos, que esta aprendendo a viver em equipe, que esta caminhando para ser resiliente e surpreender, uma geração que se adapta ao novo, uma geração em constante mudança, num eterno adaptar-se… e por isso quebra a cara, mas levanta e caminha…

Não quero de maneira nenhuma ser contraria a praticidade da vida moderna, mas a modernidade não pode nos aprisionar formando um muro para o natural da vida…

Portanto não permita que por falta de emoção sua vida torne-se um deserto e mesmo que em alguns momentos o deserto venha, lembre-se que: a primavera não é a mesma se não passar pelo outono. Como a companhia não será a mesma após um deserto. No seu deserto saia em busca do poço que matará sua sede e não voltará a ter novamente, porque a sede da alma nada mais é do que a inquietude de uma busca pelo o eterno e o eterno, chama-se Amor, e a supremacia do amor chama-se Deus.

Read Full Post »